Infelizmente a OMS – Organização Mundial da Saúde – declarou nesta semana uma pandemia por conta do disseminação do Coronavírus e as principais dúvida surgem.

No Brasil a transmissão já é considerada comunitária, quando não é mais possível saber a origem da infecção por ter se alastrado aleatoriamente.

Até a noite deste domingo (15/03) já são 200 casos confirmados e mais de 1000 casos em observação.

Se seguirmos o caminho dos outros países em alguns dias o Brasil deverá enfrentar um crescimento muito rápido de pessoas infectadas.

Com esta situação as pessoas buscam por informações já que têm muitas dúvidas sobre a doença.

É importante saber o que é verdade e evitar compartilhar informações não verificadas.

Pensando nisso selecionamos as principais dúvidas com 10 perguntas e respostas que mais estão sendo feitas para você se informar corretamente.

Coronavírus: as principais dúvidas sobre a doença

1 – Como ocorre a contaminação do Coronavírus?

▪️Pelo ar: gotículas de espirros e da fala de pessoas infectadas. Por este motivo é recomendada manter uma distância mínima de um metro entre uma pessoa e outra.
▪️Pelo contato físico: quando gotículas com o vírus atingem mucosas da boca, nariz e olhos por meio de beijos e abraços. Por este motivo esta recomendado que cumprimentos sejam evitados por hora.
▪️Por contato de superfícies contaminadas: mesas, computadores, corrimão, maçanetas, botões de elevadores etc. Gotículas com o vírus ficam depositadas nos locais e entram em contato com mucosas do olho, nariz e boca.

Estas formas de contaminação mostram a importância de lavar/higienizar as mãos.

Ítens utilizados como celulares e computadores também devem ser higienizados.

VEJA MAIS
Como desinfectar o celular e proteger-se do Coronavírus

2 – Como lavar as mãos corretamente?

Lavar as mãos com água e sabão ou limpá-las com álcool gel é a maneira mais eficaz de se previnir e reduzir o risco de infecção.

O Ministério da Saúde produziu um vídeo ensinando a forma correta de limpar as mãos. Veja:

Álcool gel caseiro: por que não usar contra o Coronavírus

3 – Quais produtos de limpeza são indicados para matar o Coronavírus?

Segundo João Prats, infectologista do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, desinfetantes comuns ou água sanitária podem ser efetivos para a limpeza de superfícies e ambientes.

Vale relembrar que para a limpeza das mãos deve-se usar água com sabão ou álcool gel 70%.

Rosana Richtmann, infectologista do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, afirmou que o Coronavírus não é um vírus muito complicado de matar, ele não é resistente no ambiente.

4 – Quanto tempo o Coronavírus permanece vivo?

O Coronavírus pode sobreviver por mais tempo em plástico ou aço inoxidável, chegando a dois ou três dias de sobrevida.

No ar, ele pode permanecer por 3 horas. Em cobre, resiste por 4 horas. Em papelão, por 24 horas.

5 – Uma mesma pessoa pode ter Coronavírus mais de uma vez?

Rosana Richtmann, infectologista do Emílio Ribas, afirma que o mais provável é que, após a infecção, a maioria das pessoas criem imunidade contra o coronavírus, porém já existe um caso de reinfecção no Japão.

Os cientistas ainda não têm esta resposta, não há consenso se uma pessoa pode ou não contrair a doença mais de uma vez.

6 – Vitaminas protegem contra o Coronavírus?

O uso de nenhuma vitamina é indicado para a proteção contra o Coronavírus.

Na internet existem compartilhamentos de posts dizendo que o uso de Vitamina D ou até mesmo o uso de Vitamina C são indicados para a prevenção do Coronavírus. Não acredite!

A única forma de prevenção do Coronavírus é o distanciamento social e a limpeza correta das mãos com água e sabão ou álcool gel.

7 – O clima no Brasil ajuda no combate ao Coronavírus?

A infectologista Nancy Bellei, professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), afirma que vírus não respeita temperatura e lembra que no ano passado houve um surto de H1N1 no Amazonas.

Não conte com o clima ou a temperatura mais alta no Brasil. O mais importante é evitar o contato social e manter mãos limpas utensílios desinfectados.

8 – Quais os cuidados para quem usa transporte público?

O mais importante é manter o ambiente arejado.

Jean Gorinchteyn, infectologista do Instituto Emílio Ribas, indica que ao se apoiar nas barras de apoio, as pessoas devem tomar cuidado e fazer a higienização das mãos, ali pode conter gotículas de tosse ou espirro.

É importante também que as pessoas evitem tocar olhos, boca e nariz ao usado o transporte público.

9 – Qual a diferença entre uma gripe comum e a infecção do Coronavírus?

O Coronavírus tem sintomas parecidos com gripes e resfriados comuns, portando, muitas vezes pode ser confundido.

Os sintomas mais importantes do Coronavírus é febre, tosse seca, cansaço persistente e falta de ar.

Fique atento aos principais sintomas, são eles que normalmente indicam a infecção por Coronavírus.

10 – O que devo fazer se achar que tenho Coronavírus?

Ligue para o seu médico ou dirija-se a uma Unidade Básica de Saúde mais próxima.

Caso confirme a infecção por Coronavírus é importante ficar isolado em casa, se possível em um quarto exclusivo.

Não dividir ítens de uso pessoal como copo, talher, toalhas e evitar o contato com os outros moradores.

Usar máscara e se possível um banheiro exclusivo também é indicado.

Apenas tome os remédios indicados pelo médico.

NUNCA tome NENHUM remédio por conta própria já que muitos medicamentos, como o corticóide, podem baixar a imunidade e também agravar a infecção por Coronavírus.

IMPORTANTE: idosos, diabéticos, cardíacos e pessoas com doenças crônicas é o maior grupo de risco!

VEJA MAIS
O que é pandemia?
Coronavírus e crianças: saiba como explicar
Coronavírus: sintomas para ficar de olho
Álcool gel pode influenciar no teste do bafômetro?